Vocacional

SAVC

AO Serviço de Animação Vocacional Calabriana é responsável em articular em nível delegacional as atividades vocacionais, e também, pensar nas diretivas vocacionais para as comunidades trabalharem. Em breve, teremos nosso site. Enquanto isso, se desejar entrar em contato, acesse aqui para maiores informações.

Nosso Jeito

Formar para a Igreja

A Vida Religiosa é um dom de Deus para a sua Igreja; está vinculada particularmente a esse mistério que é a Igreja; pertence à sua vida e à sua realidade concreta; é uma maneira particular de participar de sua natureza sacramental. É da Igreja que o religioso recebe o alimento para manter a sua vida batismal e a sua consagração religiosa. Recebe também dela o Pão da Vida, com a mesa da Palavra e o Corpo de Cristo. Enfim, é a Igreja que aceita a oferenda que o religioso faz de sua vida, incorporando-o ao sacrifício eucarístico de Cristo.

Portanto, o processo formativo deverá se desenvolver necessariamente em comunhão com a Igreja, da qual a Congregação, a comunidade e o formando fazem parte. Isto equivale a adquirir consciência de pertença, comunhão e participação com a Igreja, da qual a Congregação, a comunidade e o formando fazem parte. Isto equivale a adquirir consciência de pertença, comunhão e participação, unindo-nos a um povo que está em marcha, que tem origem na comunhão trinitária, que se enraiza, sim numa história, mas que caminha, aqui e agora, em direção ao reino definitivo.

Em decorrência deste vínculo, a formação deverá também ser processada sempre em vista da Igreja: os religiosos não só recebem dela o sustento para suas vidas, como também enriquecem e santificam a própria Igreja pelo seu testemunho, consagração e serviço, especificamente com a vivência do próprio carisma congregacional.

A nossa Congregação é particularmente chamada a viver este profundo amor eclesial. O nosso fundador, no seu imenso amor por Cristo e pela Igreja, parecia ouvir Jesus dizendo estas palavras: "a minha Igreja". Este amor concretiza-se no sentir-se Igreja, com a Igreja e dentro da Igreja, vivendo um estilo de vida claramente identificado, próprio do Pobre Servo, mas inserido nas mais diversas realidades para onde o Senhor nos chamar, pedindo a nossa presença e cooperação.

Por isso, faz parte da nossa missão formar os jovens que o Senhor nos enviar para a Vida Religiosa, "olhando com abertura de mente e coração as necessidade da Igreja Universal, acolhendo gratuitamente, segundo o nosso espírito, jovens e adultos que se sintam chamados à Vida Religiosa, dando-lhes uma sólida formação espiritual, impregnada do espírito da Obra".

A formação inicial dos jovens deve proporcionar-lhes a liberdade de optarem, antes do ingresso no aspirantado, entre abraçar a Vida Religiosa na nossa Congregação, ou em qualquer outra, ou se associar ao presbitério diocesano, como também permanecer na vida laical. Para os que optam pela nossa Congregação deverá ser dada a formação específica do nosso carisma.