Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa política de privacidade
Aceitar Cookies
Recusar Cookies
 
  •  
     

    Paraguai. Ano dos Leigos: promover a formação e espírito missionário dos leigos

    Ao apresentar o Projeto Pastoral da Conferência Episcopal Paraguaia, o bispo de Carapeguá e responsável pelos leigos, dom Celestino Ocampo, encorajou os presentes a acompanhar o caminho sinodal para a transformação missionária. Os principais objetivos deste processo no âmbito do Ano dos Leigos são: fortalecer o sentimento de pertença à Igreja de cada batizado, promover a formação e favorecer a comunhão dos leigos nas dioceses, paróquias, movimentos e comunidades eclesiais

    24.11.2021 | 3 minutos de leitura

    Paraguai. Ano dos Leigos: promover a formação e espírito missionário dos leigos

    Domingo, 21 de novembro, solenidade de Cristo Rei do Universo, após a missa na Basílica Santuário de Caacupé, no Paraguai, cerca de 300 pessoas, membros de delegações diocesanas de todo o país, reuniram-se no teatro municipal para participar do lançamento oficial do Ano dos Leigos convocado pelos bispos.

    Acompanhar caminho sinodal para transformação missionária

    Segundo informações da Conferência episcopal recebidas pela Fides - agência missionária da Congregação para a Evangelização dos Povos -, o evento começou com uma apresentação do Projeto Pastoral da Conferência Episcopal Paraguaia feita pelo bispo de Carapeguá e responsável pelos leigos, dom Celestino Ocampo, que encorajou os presentes a acompanhar o caminho sinodal para a transformação missionária:

    "Toda a Igreja, em unidade e comunhão, sente a importância de viver o mesmo processo e de trabalhar pela transformação e a evangelização, segundo a vontade de Deus", ressaltou dom Ocampo.

    Principais objetivos deste processo

    A partir das intervenções que se seguiram, verificou-se que os principais objetivos deste processo são: fortalecer o sentimento de pertença à Igreja de cada batizado, promover a formação e favorecer a comunhão dos leigos nas dioceses, paróquias, movimentos e comunidades eclesiais.

    As linhas de ação serão, entre outras, promover os valores humanos, a formação permanente e sistemática, encorajar o espírito missionário, gerar espaços de discernimento e integrar e promover as ações pastorais de uma Igreja "em saída".

    Sair rumo a todos e anunciar Cristo

    A secretária executiva da Comissão Episcopal de Pastoral, Blanca Palacios, explicou o significado do logotipo oficial deste ano pastoral, que tem lugar para a Igreja paraguaia após o Ano da Palavra e o Ano da Eucaristia.

    "Somos convidados a sair rumo a todos e a anunciar Cristo, segundo a experiência pessoal de um discípulo que, na medida em que ama e conhece o Senhor, experimenta a necessidade de compartilhar, com outro, sua alegria de ser enviado, de sair pelo mundo para anunciar Jesus Cristo que morreu e ressuscitou, para fazer do amor e do serviço uma realidade na pessoa dos mais necessitados, em uma palavra, para edificar o Reino de Deus", disse ela.

    Escolhido o hino do Ano dos Leigos

    Nesta ocasião, foi escolhido o hino do Ano dos Leigos: as cinco propostas selecionadas foram executadas diante da assembleia dos presentes.

    Um júri profissional escolheu a canção "Somos teus discípulos", do grupo "Huellas" de Coronel Oviedo. O evento foi concluído com uma oração dirigida por dom Celestino Ocampo.

    (com Fides)

     

    Copyright © Pobres Servos da Divina Providência.
    Direitos reservados, acesse a política de privacidade.