Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa política de privacidade
Aceitar Cookies
Recusar Cookies
 
  •  
     

    I Jornada Mundial das Crianças

    Cidade do Vaticano, 26 de maio de 2024 – Cinquenta mil fiéis se reuniram na Praça São Pedro para participar da missa da I Jornada Mundial das Crianças, presidida pelo Papa Francisco. O evento ocorreu na solenidade da Santíssima Trindade, um dia especial para a Igreja, marcado pela celebração do mistério de Deus, Uno e Trino.

    Notícias

    26.05.2024 11:19:17 | 5 minutos de leitura

    I Jornada Mundial das Crianças

    Em sua homilia espontânea, o Papa Francisco centrou sua mensagem na Santíssima Trindade, explicando aos milhares de crianças presentes: "O Pai nos criou, Jesus nos salvou, o Espírito Santo nos acompanha." O Pontífice ressaltou o amor do Pai Criador, que nos faz crescer, e a misericórdia de Jesus, que perdoa todos os pecados, sempre. "Não se esqueçam disso: Jesus perdoa tudo e perdoa sempre," afirmou Francisco, enfatizando a importância da humildade em pedir perdão a Deus.

    O Papa também destacou o papel do Espírito Santo, "que está dentro de nós" e nos dá força e consolo nas dificuldades, acompanhando-nos ao longo da vida. A felicidade da fé foi outro ponto chave da mensagem: "Todos nós somos felizes porque acreditamos. A fé nos torna felizes. Acreditamos em Deus que é, todos juntos: Pai, Filho e Espírito Santo."

    Durante a missa, Francisco conversou com as crianças e, junto com elas, rezou uma Ave-Maria, pedindo que todos rezem pela paz e pelas crianças doentes. Ele exortou os fiéis a rezarem pelos pais, avós e por um mundo sem guerras. 

    Após a oração do Angelus, o Papa Francisco anunciou que a próxima Jornada Mundial das Crianças será em setembro de 2026, marcando assim um novo encontro de fé e esperança para as crianças de todo o mundo.

    A I Jornada Mundial das Crianças reafirma o compromisso da Igreja com a evangelização e o cuidado dos mais jovens, promovendo uma mensagem de amor, perdão e paz.

    A seguir, a homilia proferido pelo Papa Francisco, durante a Santa Missa:

    JORNADA MUNDIAL DAS CRIANÇAS

    SANTÍSSIMA TRINDADE – SANTA MISSA

    HOMILIA DO PAPA FRANCISCO

    Praça São Pedro
    Domingo, 26 de maio de 2024

    _______________________________________

    Queridos meninos, queridas meninas, estamos aqui para rezar, rezar juntos, rezar a Deus. Concordais? Estais de acordo com isto? Sim? E rezamos a Deus, Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo. Quantos «deuses» são? Um em três pessoas: o Pai que nos criou a todos, que tanto nos ama. Quando rezamos a Deus Pai, qual é a oração…, qual é a oração que todos rezamos? [respondem: o Pai Nosso]. Rezemos sempre a Deus, o Pai nosso, para que nos acompanhe na vida e faça crescer.

    E como se chama o Filho? Qual é o nome do Filho? [respondem: Jesus] Não ouvi bem! […] Jesus! E rezamos a Jesus para que nos ajude, para que permaneça junto de nós. Quando vamos à comunhão, recebemos Jesus… E também é Jesus que nos perdoa todos os pecados. É verdade que Jesus perdoa tudo? [respondem: sim!] Não se ouve…, por que será? É mesmo verdade que Ele sempre perdoa tudo? [respondem: sim!] Sempre, sempre, sempre? [respondem: sim!] E se for um homem ou uma mulher, pecador, mesmo pecador, mas pecador com muitos pecados, Jesus perdoa-os? [respondem: sim!] Perdoa, mesmo ao pior dos pecadores? [respondem: sim!] Sim! Não vos esqueçais disso: Jesus perdoa tudo, perdoa sempre e nós devemos ter a humildade de pedir perdão. «Perdoa-me, Senhor! Errei. Sou fraco. A vida colocou-me em dificuldade… Mas Tu perdoa tudo. Quero mudar de vida e Tu ajuda-me». Sabem? Parece-me que antes não ouvi bem… É verdade que perdoa tudo? [respondem: sim!] Muito bem, não vos esqueçais disso.

    Agora outro problema: quem é o Espírito Santo? Eh, não é fácil dizê-lo, porque o Espírito Santo é Deus, está dentro de nós. Recebemos o Espírito Santo no Batismo, recebemo-Lo nos Sacramentos. É o Espírito Santo que nos acompanha na vida. Pensemos nisto e digamos juntos: «O Espírito Santo acompanha-nos na vida». Todos juntos: «O Espírito Santo acompanha-nos na vida». É quem nos diz, no coração, as coisas boas que devemos fazer. Outra vez: «O Espírito Santo acompanha-nos na vida». É quem nos repreende no nosso íntimo, quando fazemos algo de mal. «O Espírito Santo…» (Já esquecestes!? Não ouço…) Outra vez! O Espírito Santo é quem nos dá a força, consola nas dificuldades. Juntos: «O Espírito Santo acompanha-nos na vida».

    Assim, queridos irmãos e irmãs, meninos e meninas, somos todos felizes, porque acreditamos. A fé faz-nos felizes. E acreditamos em Deus que é «Pai, Filho e Espírito Santo». Todos juntos: «Pai, Filho e Espírito Santo». O Pai que nos criou, Jesus que nos salvou e o Espírito Santo… que faz Ele? […].

    Muito obrigado a todos vós… Nós os cristãos, para estar seguros, temos também uma mãe. Como se chama a nossa mãe? Como se chama a nossa Mãe do Céu? [respondem: Maria] Vós sabeis rezar a Nossa Senhora? [respondem: sim!] Tendes a certeza? […] Façamo-lo agora; quero ouvir... [recitam a Ave Maria]. Muito bem, rapazes e raparigas, muito bem meninas e meninos… Vejo que a sabeis. O Pai que nos criou, o Filho que nos salvou e… que fazia o Espírito Santo? […] Muito bem! Que Deus vos abençoe, rezai por nós, para podermos continuar para diante… todos nós! Rezai pelos pais, rezai pelos avós, rezai pelas crianças doentes. Aqui, atrás de mim, estão muitas crianças doentes. Rezai sempre, e sobretudo rezai pela paz, para que não hajam guerras. Agora vamos continuar a Missa. Mas – para não esquecermos –, que fazia Espírito Santo? (…) Muito bem. Continuai assim.


    Fonte: Copyright © Dicastero per la Comunicazione - Libreria Editrice Vaticana


    Mais em Notícias
     

    Copyright © Pobres Servos da Divina Providência.
    Direitos reservados, acesse a política de privacidade.