Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa política de privacidade
Aceitar Cookies
Recusar Cookies
 
  •  
     

    Comunidade de Batayporã Celebra Festa em Honra ao Padroeiro Santo Antônio

    A celebração mais uma vez reforçou os laços de fé e devoção da comunidade batayporaense, evidenciando a importância de Santo Antônio na vida dos fiéis e na história da cidade.

    Notícias

    15.06.2024 16:36:59 | 3 minutos de leitura

    Comunidade de Batayporã Celebra Festa em Honra ao Padroeiro Santo Antônio

    No último dia 13 de junho, às 8 horas da manhã, a comunidade católica de Batayporã se reuniu para celebrar a Missa em honra ao padroeiro Santo Antônio de Pádua. A celebração eucarística, realizada na Igreja Matriz, foi presidida pelo pároco Pe. José Haroldo e concelebrada pelo vigário Pe. Celestino. Centenas de fiéis encheram a igreja, participando deste momento especial e significativo para a comunidade batayporaense. Durante a missa, Padre José Haroldo abençoou os pães, que foram distribuídos aos fiéis ao final da celebração.

    Em seguida, uma carreata reuniu aproximadamente 600 veículos, incluindo automóveis, motocicletas, bicicletas, ônibus e caminhões, que desfilaram pelas ruas de Batayporã. À frente da carreata, a imagem de Santo Antônio de Pádua foi conduzida em homenagem ao padroeiro. Ao final do trajeto, os padres abençoaram os veículos participantes e distribuíram lembranças a todos.

    Histórico

    Desde o início da colonização de Batayporã, no estado de Mato Grosso do Sul, as atividades religiosas sempre tiveram um papel central na vida do pequeno vilarejo. Relatos de moradores antigos indicam que as práticas religiosas incluíam terços rezados nas casas e missas celebradas ocasionalmente, com a passagem do Frei Luiz Maria Tomas das Flores. Essas celebrações ocorriam em uma pequena igreja de madeira, que posteriormente deu lugar à atual Igreja Matriz.

    A escolha de Santo Antônio como padroeiro da cidade é uma história envolta em tradição e devoção. Segundo Antônia Mourão Cherubim, conhecida como Dona Tunica, filha de José Antônio Mourão, um dos primeiros moradores e comerciantes do município, a decisão foi influenciada por um evento significativo. Ela narra que, em uma de suas viagens ao interior do estado de São Paulo para buscar mercadorias, seu pai prometeu à senhora Ana Nunes que traria algumas imagens para a igreja de madeira. Entre as imagens trazidas, estavam as de Nossa Senhora, São João e Santo Antônio. A devoção particular de José Antônio Mourão a Santo Antônio foi determinante na escolha do padroeiro da cidade.

    Embora o ano exato da escolha do padroeiro não seja conhecido, é certo que desde então, no dia 13 de junho, a comunidade católica de Batayporã se reúne anualmente para celebrar Santo Antônio de Pádua, mantendo viva a tradição e a fé que marcam a história do município.

    Este ano, a celebração mais uma vez reforçou os laços de fé e devoção da comunidade batayporaense, evidenciando a importância de Santo Antônio na vida dos fiéis e na história da cidade.


    Fotos: PASCOM Paróquia Santo Antônio

    Mais em Notícias
     

    Copyright © Pobres Servos da Divina Providência.
    Direitos reservados, acesse a política de privacidade.