Congregação celebra memória litúrgica de São João Calábria na próxima segunda-feira, 08/10.

Ao longo da semana, desde o dia 29 de setembro, grupos de leigos calabrianos, paróquias, colaboradores e COVs reuniram-se para rezar a Novena de São João Calábria, que encerra no dia 08 de outubro, dia da Memória Litúrgica do santo.

Chegamos ao mês muito especial para nós Família Calabriana. É o mês em que celebramos nosso pai fundador. Temos muitos motivos para celebrar o seu dia com festa, alegria, gratidão por tudo o que Deus fez por meio dele na Igreja. Hoje esta obra continua viva em cada um de nós, religiosos e nas pessoas que comungam desta belíssima e atual espiritualidade. Somos convidados a vivermos nossa vocação com alegria, como nos pede insistentemente o Papa Francisco, desejando a santidade, como nos pedia sempre São João Calábria. Pe. Gilberto Bertolini, Delegado Provincial.

Uma vida dedicada aos mais pobres e necessitados, crianças, jovens e adultos, pérolas da Obra, como dizia o tão humano e santo: Pe. Calábria. 

João Calábria nasceu em Verona, às onze e meia da manhã do dia 08 de outubro de 1873, no sótão de um pequeno prédio do beco Disciplina, nº 08.

O Pe. João não nasceu forçudo, ou herói, ou gênio, ou santo, não teve dons de natureza excepcional, mas sim um bom quociente de inteligência, de vontade e muita bondade de alma. Na família, teve uma educação religiosa simples, mas intensa; na creche e na paróquia, uma formação exemplar e constante, que potencializaram sua psique delicada e benevolente. Correspondeu livremente aos dons da família e da Igreja, aceitou humildemente a ajuda dos outros que o apoiavam no árduo e alegre seguimento de Jesus; quis decididamente ser um Evangelho Vivo e que seus filhos e filhas também se tornassem assim. Bispos, sacerdotes, religiosos - suplicava o Pe. João - sejam Evangelhos Vivos, porque somente assim:

-           os cristãos serão ajudados a se tornar santos e a formar verdadeiramente o Povo de Deus;

-             a Igreja, "a nossa, a minha Igreja" será conhecida, escutada, amada;

-             satanás que, nesta hora, treme contra a Igreja, contra a Obra dos Pobres Servos, será derrotado;

-             a Igreja será glorificada no Santo Padre, vigário de Cristo;

-             os irmãos separados (ortodoxos - sim, protestantes) serão facilitados a retornar à unidade com a Igreja de Roma.

 

Ele, Evangelho Vivo, celebrou a última Missa (21 de novembro de 1954) "pela minha alma, pela Obra, pela Igreja"; ofereceu em seu leito de morte "a sua carcaça inútil... em troca da vida tão preciosa do Santo Padre Pio XII" (gravemente doente).  O papa melhorou rapidamente, e o Pe. João se agravou: aos males cardíacos e pulmonares, acrescentou-se uma hemiplegia cerebral (3 de dezembro). À uma hora do sábado (4 de dezembro), o coração generoso do Pe. João Calábria deixou de bater aos 81 anos de idade.

A imprensa local comunicou a notícia de que um santo morreu: descreveu o triunfal funeral de um santo, presidido pelo bispo Girolamo Cardinale, com a participação do rabino Weiss Levi.

Foi proclamado bem-aventurado pelo Papa João Paulo II em 17 de abril de 1988 em Verona.

Foi declarado santo pelo mesmo papa em 18 de abril de 1999 em Roma.

Na Diocese de Verona, a memória litúrgica ocorre no dia 8 de outubro.

A congregação dos Pobres Servos da Divina Providência é composta por 283 religiosos, dos quais 157 são sacerdotes. Eles gerenciam 74 casas distribuídas em 12 nações de quatro continentes.

Também faz parte da Obra Pe. Calábria uma congregação feminina, as Pobres Servas da Divina Providência, composta por cerca de 100 irmãs.

Um terceiro ramo da árvore calabriana é composto, enfim, pela Pia União das Missionárias dos Pobres.

As atividades realizadas nas casas da Obra são:

-             acolhida de menores;

-             escola de formação profissional;

-             atividades com os deficientes;

-             atividades de saúde;

-             atividades paroquiais;

-             atividades vocacionais ?abertas à Igreja?;

-             atividades ecumênicas.

 

Que São João Calábria atenda as nossas preces, e continue olhando por aqueles que mais precisam. Que seu exemplo de caridade toque o coração das pessoas, para que no futuro próximo tenhamos um mundo mais justo e com menos desigualdades  sociais.  

 

Referências:
GADILI, Mário. São João Calábria: Biografia Oficial. São Paulo: Paulinas, 2001.
PESENTI, Graziano. San Giovanni Calábria Vangelo vivente. Verona: Velar, 2012. (Tradução Moisés Sbardelotto)