Mensagem do Casante, em sua visita ao Brasil.

Durante o mês de agosto e setembro estamos recebendo a visita do Superior Geral, Pe. Miguel Tofful e do Conselheiro Geral, Pe. Abraham Odalany. 

Neste ano eles estão dedicando tempo para as Regionais do Mato Grosso do Sul e Norte-Nordeste. Agradecemos por eles se disporem em nos animar na caminhada e rezamos pela missão destes nossos irmãos. No dia 12 de setembro eles retornarão à Itália.

Abençoado mês de setembro para todos nós!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Na foto, Pe. Miguel em visita ao COV Rainha dos Apóstolos, em Campo Grande/MS.

Pe. Miguel nos deixou uma mensagem, e você confere abaixo na íntegra.

Caríssimos Irmãos da Delegação Nossa Senhora Aparecida,

A paz, o amor e a alegria do Senhor estejam nos vossos corações e vos acompanhe sempre na missão que vos foi confiada.

Neste período nos encontramos com o Pe. Abraham visitando as comunidades dos regionais Mato Grosso do Sul e Norte-Nordeste. 

É sempre uma grande alegria vos encontrar e poder compartilhar com vocês a caminhada da Congregação e entrar em contato direto com as diversas realidades, com a vida das comunidades e com tantas pessoas envolvidas na missão da Obra no dia a dia.

Durante o mês de agosto, aqui no Brasil, dedicamo-nos a refletir sobre as vocações. Nós como Congregação estamos vivendo o ano vocacional. Estes são todos estímulos para criar sempre mais nas diversas realidades uma ?cultura vocacional?. 

Estou sempre mais convencido que, se vivermos com alegria a nossa vocação de consagrados e a missão que nos foi confiada, podemos ajudar muitos jovens a despertar neles o chamado que Deus faz a cada um. Nós sabemos muito bem que a vocação é um dom de Deus, porém Deus se serve de instrumentos para que a sua voz seja ouvida nos corações bem dispostos e abertos a receber a sua Palavra. 

Convido todos a sermos promotores vocacionais nas diversas realidades. Não deixemos esta responsabilidade aos encarregados ?promotores vocacionais? ou aqueles que trabalham diretamente na formação. Todos nós somos animadores vocacionais na medida em que vivemos a nossa vocação e manifestamos com alegria o nosso seguimento a Jesus Cristo. 

Acompanhemos as famílias para que nelas possam surgir pessoas dispostas a ouvir a voz de Deus. Principalmente acompanhemos os jovens. Não tenhamos medo de propor e fazer o convite para uma vida mais radical e de compromisso concreto nas nossas comunidades. Que as nossas comunidades estejam abertas aos jovens. Que as paróquias sejam lugares onde eles possam fazer experiência de oração, de escuta da Palavra e de serviço ao próximo sendo acompanhados num verdadeiro discernimento vocacional. 

Aos formadores e todos quantos trabalham na animação vocacional não desanimem diante das dificuldades e dos desafios que possam encontrar e, sobretudo, exercer esse serviço com alegria e não sentir ele como um peso ou uma obrigação. 

Não tenhamos medo de apresentar a beleza da vida consagrada e do carisma calabriano aos jovens e pessoas que partilham conosco a missão nas nossas comunidades. Apresentemos a beleza da vocação familiar, a vocação sacerdotal, a vocação do Irmão e o compromisso do leigo. Vivamos com alegria a nossa pertença à Família Calabriana.

A nossa Obra tem uma riqueza muito grande, temos um carisma muito atual e uma missão que corresponde aos tempos que vivemos com uma proximidade aos mais pobres e necessitados. Lembremos que, se queremos que o carisma e a missão da Obra continuem, devemos ser animadores de novas vocações para o serviço na Obra e na Igreja.

Que Deus abençoe cada um de vocês e a missão que vos foi confiada. Não tenhamos medo de manifestar a alegria da nossa consagração, de falar da vocação e acompanhar jovens para um profundo discernimento vocacional. 

Deus abençoe todos e vos acompanhe sempre. Rezo por vocês e peço a caridade da vossa oração por mim.

Um abraço fraterno a todos.


P. Miguel Tofful