Homenagem ao Dia das Mães

Mãe, ternura materna do coração de Deus, nobreza essencial e necessária em nossas vidas. 

 
Mãe, mulher bendita, que carece ser agraciada pelos nossos mais profundos sentimentos de júbilos, amor e respeito cotidianos. Mãe, aconchego, amparo e força para o nosso crescimento humano. Mulher que gera em seu maravilhoso ventre ou em suas próprias vidas, na alegria ou no sofrimento, por graça de Deus, a sacralidade da vida. 
 
Mãe, ternura materna do coração de Deus, pois sabe com compreensão e docilidade unir razão e sentimento, trazendo equilíbrio e harmonia para os ambientes em que se encontra. Segundo o Papa Francisco, "sem a mulher não há harmonia no mundo". 
 
Mãe, ternura materna do coração de Deus, mulher de grandiosa percepção, intuição, generosidade e sensibilidade, a qual coopera na construção das relações humanas. Mãe, mulher de vida e doação, pois ama incondicionalmente e não espera receber nada em troca. 
 
Na grande obra redentora de Deus para com a humanidade, vê-se a figura materna. Jesus foi gerado no seio de uma Mulher. Maria, ao ser escolhida para ser mãe do Salvador, exultou de alegria e, num ato de amor a Deus, cantou o Magnificat: "a minha alma engrandece o Senhor e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador, pois ele viu a pequenez de sua serva, desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita". (LC 1,46-48). 
 
Que Maria, a dona da Obra, mulher do SIM e bendita entre todas as mulheres, seja exemplo e inspiração para todas as mães! Lembremos também de todas aquelas que já se encontram junto de Deus.
 
 
Parabéns e que as bênçãos de Deus Pai Providente desçam sobre todas as nossas mães! A todas elas os nossos votos de felicidades!