Padre Gianni recebe homenagem da Diocese de Erechim sobre seus 50 anos de Vida Sacerdotal

14 de Outubro de 2013 as 15:16:20

Em dia privilegiado em Erechim, Romaria especial: A apreensão era grande porque a noite fora de chuva. Mas este domingo amanheceu com sol que, aos poucos, foi encoberto com nuvens favorecendo a um número extraordinário de devotos de Na. Sra. participarem dos atos litúrgicos da Romaria de Fátima do Ano da Fé. Multidão compacta se dirigiu da Catedral ao Santuário às 09h, unindo-se ao grande número de romeiros que já estava lá. A missa na chegada da procissão foi presidida pelo Bispo diocesano, Dom José Gislon, e concelebrada pelos jubilares do ano: Pe. Dirceu Balestrin, 25 anos de padre junto com o próprio bispo; Dom Girônimo Zanandréa, 25 anos de bispo; Pe. Gianni Menegazzi e Pe. Eolino Bortolanza, 50 de ordenação presbiteral. Foi lembrado também o jubileu de ouro de vida religiosa da irmã franciscana Terezinha Facco e os casais com bodas de prata, de ouro, de diamante neste ano. Na homilia, Dom José lembrou os doentes e os pais que, no dia da criança, levaram seus filhos à romaria das crianças. Referiu-se Maria como modelo de fé. Falou da natureza da fé e de seu primeiro ambiente de sua transmissão e educação, que é a família. Antes da missa, houve encenação das seis aparições de Na. Sra. em Fátima, concluídas justamente no dia 13 de outubro de 1917.

Bispo aos romeiros de Fátima, família é lugar privilegiado da fé: Na homilia da Romaria do Ano da Fé, neste segundo domingo de outubro, na esplanada do Santuário de Fátima, Dom José propôs reflexão sobre a fé na vida cristã dos peregrinos. Começou por destacar a figura de Maria, que teve missão única na história da salvação e é modelo de fé, lembrada perenemente como aquela que acreditou. Para o bispo, ter fé é acolher Cristo, é acreditar na ação de Deus no mundo e na vida de cada pessoa. Recordou que o cultivo e a transmissão da fé tem seu lugar privilegiado na família, onde ela acompanha todas as idades. Citando a recente encíclica do Papa Francisco, lembrou que a fé não é isenta de sofrimentos, mas dá forças para enfrentá-los. Exortou a todos a não deixarem roubar-lhes a fé e a não permitir que seja anulada por promessas ilusórias. Concluiu sua reflexão pedindo a Maria que ajude a todos a crescer na fé e a recordar sempre que quem crê nunca está sozinho.
(fotos, colaboração de Alexandra e Solange Gzik)
Veja no site da Diocese de Erechim, íntegra da homilia de Dom José e mais fotos do evento:

http://www.diocesedeerexim.org.br/index.php?pagina=visualizar_noticias¬icia=7811#

ROMARIA DE FÁTIMA - 62ª
Tema: Maria e a Fé.
Lema: Senhor, aumenta nossa fé!
Ev. Lc 1,39-56 “Feliz és tu que acreditaste...!”


#COMPARTILHE
 Comentários

← Voltar ao site Pobres Servos